Um pagamento de boleto pelo celular, um aplicativo de transporte, uma rotina de exercícios físicos e até mesmo um simples pedido de algo para comer. Tudo isto pode ser controlado por aplicativos que podem realizar transações comerciais, utilizando informações bancárias, pessoais, entre outras.

A modernização do datacenter e das aplicações, faz com que ataques cibernéticos se tornem uma fonte de renda, cada vez mais inteligentes, rápidos, globais, de alta proliferação e altamente agressivos. Alguns destes ataques são construídos com ajuda de funcionários internos das próprias empresas. O hacker, antes solitário, nos dias atuais pode ser uma organização criminosa, com várias células territoriais.


E o que isto tem haver com as empresas?

Os investimentos ainda permanecem no lado externo do datacenter, protegendo o perímetro do datacenter. A proteção interna, no entanto, não recebe investimento!

Muitas empresas adaptam tecnologias de uso externo do datacenter para protegerem-se internamente, gerando uma sombra de segurança, com alarmes falsos, trabalhos árduos de investigação que, na verdade, não condiz com o propósito da solução.

Um novo modelo de segurança do datacenter preconiza os seguintes pontos:

  • O comportamento das Aplicações que utilizo;
  • O comportamento dos usuários internos da empresa;
  • O desempenho da rede no dia-a-dia;
  • A ação executada pela máquina virtual no datacenter;
  • O caminho daquele fluxo de dados e aonde deve seguir;

Uma plataforma de segurança deve ser capaz de:

Computação

Computação

O entendimento do comportamento “bom” de uma máquina virtual no datacenter (Machine Learning), auxilia os times de virtualização à criação de políticas de restrição e adaptação inteligente, para novos aplicativos.

Computação

Rede

Microssegmentação. Este novo modelo permite a proteção contra ações que visam disseminar ataques em todas as máquinas virtuais, dentro de um datacenter com alarmes falsos, trabalhos árduos de investigaçãoo que, na verdade, não condiz com o propósito da solução.

Computação

Dispositivos

Gestão inteligente e adaptativa para os dispositivos móveis, possibilitando identificar o comportamento dos usuários, dando acesso ao que é bom, e bloqueando o que é ruim.rança, com alarmes falsos, trabalhos árduos de investigaçãoo que, na verdade, não condiz com o propósito da solução.

E como a UNITECH
materializa estes conceitos?

Através de uma plataforma de Rede, como o VMware NSX e seus serviços, interagindo com VMwareAppdefense.


Aprofunde-se no conceito de Microsegmentação no Ebook

Download

Se uma ameaça se infiltra no datacenter, a microssegmentação limita e bloqueia sua movimentação lateral para outros servidores o que reduz, consideravelmente, a superfície de ataque e o risco para o negócio. A microssegmentação isola cada carga de trabalho com a sua própriapolítica de segurança, impedindo que os invasores explorem outros sistemas e roubem dados valiosos.


Vídeos

O que é VMware NSX?

O que é Microssegmentação?

O que é AppDefense?